Lançamento – Olaf’s Frozen Adventure

Nós amamos o natal. Amamos filmes de natal. Amamos boneco de neve, principalmente o Olaf.

Como não amar o Olaf?

Olaf é o personagem mais fofo da franquia Frozen e acaba de ganhar grande ênfase no novo curta. Olaf – em uma nova aventura congelante (Olaf’s Frozen Adventure em inglês – bem mais direto, aliás) foi liberado no canal Disney Channel e na Netflix em 8/12 e já está ganhando corações.

Aqui em casa, consideramos que grande parte do carisma do Olaf é devido à voz do Porchat (tal como o personagem Chuck em Angry Birds). Por isso, devo avisá-los de que (pelo menos por enquanto) não está disponível no netflix a versão dublada em português – o que considero um grande desaforo.

 

Bolo ao estilo cake boss

A temática se passa no clima de natal, onde as irmãs se dão conta que não tem uma tradição oficial na família. Olaf, com o apoio de Sven (a rena com coração de labrador), parte numa aventura para tentar ajudá-las a criar uma tradição e obviamente acaba se lascando bastante.

 

Diferentes tradições de natal

Um curta mais fofo que o anterior (Frozen Fever ou Frozen – Febre Congelante) e com um roteiro bem emocional. Assim como os dois filmes anteriores é bastante musical, e utiliza de cores frias e neutras representando fortemente o inverno (com a cor azul predominante – prevejo muitas festas em 2018). As roupas (até mais elegantes) estão pouco diferentes das do primeiro filme, onde também havia muito azul e novamente elas usam mais de um modelo de vestido em menos de 30 minutos de filme. (Mas eu bem usaria esse vestido da Elsa)

 

A história num geral é bem estruturada. Conta com algumas cenas patetas com o Kristoff, cenas de representação de culpa por parte da Elsa (again) e inclui singelas referências às nuances de tradições natalinas de diferentes culturas (citando hanukkah, guirlandas, pinheiros naturais, bolo de frutas e até uma brincadeira com o barrigudo que desce pela chaminé “invasão domiciliar nessa época do ano está liberada” diz Olaf). Tradições que Olaf busca reunir numa coletânea a fim de aquecer os corações das irmãs órfãs.

Sir Jorgenbjorgen – memória afetiva da Elsa

O fechamento emocionante e um pouco previsível (sorry) nos conecta ao lado sentimental do primeiro filme da franquia: a ligação das irmãs. Com esse apelo emocional melhor trabalhado consegue restaurar o encanto  ̶ ̶̶̶q̶u̶e̶ ̶e̶̶̶m̶̶̶ ̶̶̶m̶̶̶i̶m̶ ̶f̶i̶c̶o̶u̶ ̶  perdido após Frozen – Febre congelante.

Como é também de se esperar já começam a ser comercializados os novos brinquedos na roupagem do curta. No geral isso não me agrada. Os mesmos bonecos, com roupas pouco diferentes (como ter uma versão da pequena sereia com cauda e outra com vestido), mas confesso que esse Olaf com uma bengala de açucar no lugar do nariz está … olafzado (quero!).

Gatíneos irresistíveis

Recomendado para crianças e adultos. Apesar de não ser uma animação para adultos (como Carros 3 – lol), pode te tocar com o clima familiar natalino. Foi um filme que eu terminei com um “ownt”.

Veja o trailer que conta com a músiquinha (chiclete) tema:

E por aí, já assistiram Olaf – Uma nova aventura congelante?

Deixe uma resposta